Quais os melhores canais para venda?

Iniciar os trabalhos em vendas de produtos na internet requer bastante cuidado. A escolha de quais áreas e produtos são mais rentáveis, por exemplo, deve levar em conta uma boa avaliação de mercado.

No entanto, os canais para venda são tão importantes quanto os produtos disponíveis. Isso porque os canais que irão mostrar a mercadoria para o consumidor final e processar a venda. Em alguns casos o canal ainda se responsabiliza pela logística.

Dessa forma, o mercado digital oferece diversas opções de canais de venda, cada um com os seus pontos positivos, desde o e-commerce até o programa de afiliados. Então vale a pena conferir quais são as melhores opções para o seu negócio.

canais para venda

Tipos de canais para venda online

As lojas físicas ainda são uma boa parte das vendas no varejo, além de ajudar na oferta de produtos para pessoas diferentes. No entanto, é inegável que o comércio online vem assumindo o posto de principal fonte de vendas das empresas.

Entretanto, para atingir esse sucesso de vendas online, é preciso entender o que entrega cada um dos canais para venda. 

A aposta no e-commerce próprio no site da empresa, por exemplo, oferece autonomia e controle total no fluxo de vendas e pagamentos. Mas utilizando apenas esta plataforma o vendedor pode ter dificuldades de encontrar novos clientes.

Portanto, vale a pena conhecer cada um dos canais para venda e trabalhar neles de forma conjunta.

canais para venda

Redes sociais

Há muitos anos as redes sociais já são importantes ferramentas de interação com o público. No entanto, a sessão “Loja” do Instagram e “Marketplace” do Facebook tornaram estes sites ótimos canais para venda.

Um dos principais benefícios destas plataformas é a maior facilidade para converter os seguidores em clientes. Essa vantagem se torna ainda mais visível tendo em vista que 77% dos brasileiros realizam suas compras com influência das redes sociais.

Marketplace

O marketplace é possivelmente a alternativa de canais para venda que mais cresce no mundo inteiro, principalmente no Brasil. O modelo consiste em uma plataforma que reúne os produtos e serviços.

Atualmente as principais empresas de marketplace do mercado são a Amazon, Lojas Americanas, Mercado Livre e Magazine Luiza. 

Dentre os benefícios que este modelo traz para as vendas, o principal é o grande volume de usuários. O aplicativo da Magazine Luiza, por exemplo, tem cerca de 30 milhões de usuários ativos.

canais para venda

E-commerce

Com site próprio e ferramentas exclusivas de vendas, o e-commerce é uma opção de canais para venda mais interessante para lojistas que já tem uma boa presença no mercado, seja online ou offline.

Em um mercado de vendas cada vez mais competitivo, ter o controle das próprias estratégias de vendas é essencial. 

Desse modo, uma das principais vantagens do modelo e-commerce é a possibilidade de regular o valor de cada produto, bem como as taxas de entrega e promoções.

Ademais, a estratégia de landing page vem se destacando cada vez mais dentro das lojas virtuais. A ferramenta tem como principal objetivo atrair o público para as páginas de venda, através de conteúdos ou até mesmo códigos promocionais.

Google Shopping

O Google é certamente a principal plataforma de pesquisas do mundo. Portanto, para utilizar todo esse poder em prol das vendas, a empresa criou o Google Shopping, sua opção de canais para venda.

Utilizando as informações do Google Ads, a ferramenta exibe os produtos em formato de carrossel no topo da página de resultados do Google. 

Além de exibir os produtos de lojas online, o canal também permite o anúncio de estabelecimentos físicos, desde que estes tenham presença digital. 

Com essa estratégia, o Google Shopping oferece uma taxa de vendas de 2,5% entre aqueles que procuram mercadorias na ferramenta.

Quais as regras para utilizar canais de venda

Mesmo que a internet tenha canais para venda amplamente acessíveis e democráticos, existem algumas regras importantes para realizar vendas na web.

Em qualquer uma das plataformas que mencionamos ao longo do artigo é preciso ter CNPJ, Inscrição Estadual e demais regulamentações de empresa comercial no Brasil.

Além disso, alguns canais exigem um determinado fluxo de estoque, a fim de garantir que as vendas aconteçam de forma segura. Nesse sentido, a Dropify é uma plataforma ideal para fornecer mercadorias.

Com aprovação instantânea de pedidos e carteira virtual, a Dropify encaminha os pedidos aos fornecedores automaticamente, deixando para o comerciante apenas os cuidados com a venda e gestão da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *