Como precificar produto: o que você não pode ignorar

Sempre há alguns desafios para quem é lojista, como a burocracia e a competitividade do mercado. Além de atividades do dia a dia, como a gestão, a divulgação, a própria venda e a prática de precificar produto.

Dessa forma, muitos se perguntam: como pensar o preço do produto? O que é preciso saber? O que não se deve esquecer? Por isso, selecionamos informações necessárias sobre o que você precisa saber e não pode ignorar. Confira!

A importância de precificar produto corretamente

Todo negócio de venda só se mantém quando há pessoas interessadas no que é vendido. Então, é preciso saber que o consumidor vê o preço de acordo com o valor e funcionalidade que a mercadoria oferece.

E justamente por isso que Precificar produto é um procedimento que merece atenção. Afinal, sim, fazer isso erroneamente pode levar você à falência.

De modo geral, a importância desse processo está em evitar a perda de lucro e a falta de controle do caixa. Além de se proteger contra a variação do mercado, refletir as oportunidades e tornar seu seu negócio duradouro. Por fim, ser eficiente ao atrair clientes, garantindo lucro e preço justo.

Como precificar produto em marketplace?

Primeiro, saiba que é preciso de planejamento, estudo e estratégia para saber precificar produto corretamente na sua loja. Então, considere algumas questões importantes:

  • Conheça o marketplace: conhecer o marketplace é o primeiro passo para aprender sobre o funcionamento do sistema. Ou seja, atente-se às regras, orientações, taxas e comissões cobradas;
  • Estude o mercado: antes de tudo, é muito importante conhecer o mercado, se atualizar sobre as variações econômicas para pensar estratégias e realizar planos;
  • Atenção à concorrência: para ter preços competitivos não é preciso oferecer os menores custos. E, sim, pensar estratégias para se destacar. Portanto, não brigue por preço com os concorrentes;
  • Pense no seu destaque: por falar em concorrência, você já pensou em como sua loja se destaca no mercado? Isso é muito importante na hora de atrair pessoas interessadas no seu produto e para garantir as melhores oportunidades;
  • Conheça seus consumidores: é preciso saber quem são seus clientes, compreender suas necessidades e estar atento à “lei da oferta e procura”.

O que você não pode ignorar

A princípio, você viu sobre o que você deve considerar ao precificar produto, certo? Abaixo, veja sobre o que você não pode ignorar:

  • Impostos e taxas: definitivamente, conhecer mais sobre a tributação para o seu negócio é fundamental na hora da precificação. Isso faz toda diferença no ganho final;
  • Custos e despesas: em resumo, todo gasto com o produto deve ser considerado. Além de toda despesa da loja: administrativa, comercial e de investimentos (como energia, internet, segurança, divulgação, etc.);
  • Margem de lucro: após calcular os gastos, você pode pensar a margem de lucro. Em outras palavras, é a porcentagem acrescentada aos custos totais para formar o preço final do produto. Além disso, é o que define também o ganho que você vai ter com uma venda;
  • Modos de calcular o preço: por último, é possível usar o Índice de comercialização para precificar produto. Ele considera algumas variáveis para isso. Veja na fórmula da Margem de Contribuição:

Há também a fórmula de Markup, semelhante à anterior:

Por fim, esperamos ter ajudado você a entender que precificar produto não é sobre oferecer menores preços que os concorrentes. Acima de tudo, é preciso de estratégia, conhecimento e planejamento para evitar perda nas suas vendas.

Neste texto, trouxemos uma breve introdução sobre o que você deve considerar na hora de colocar preço em produtos. Caso você ainda tenha dúvidas, inscreva-se no nosso blog gratuitamente para receber os próximos conteúdos que serão publicados com mais detalhes sobre o tema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *